Evolução

Assim como o vento brando passa por entre as flores e derruba as pétalas que não estavam firmes, o tempo nos leva tudo aquilo que não nos é necessário ou que não estava bem fixado em nosso ser.
Assim como a correnteza de pequenos e harmoniosos riachos passam continuamente por seus caminhos levando areia, pedregulho, pedras preciosas e tudo que nele se encontra, o tempo também atua como estes em nossas vidas, transportanto e trazendo experiências e bagagem para a vida. Muitos destas em forma de dor, por doenças, desilusão, brigas, perdas materiais e tantas outras dores do espírito, mas se tomadas de forma saudável, o tempo leva tais dores e traz alívio, alegria e satisfação pela experiência.

Assim como montanhas se formaram ao longo dos séculos para proteger vilarejos e construções, a coragem vai crescendo no coração de todos aqueles que cultivam o amor e a fé em todos os sentidos.
Do mesmo modo que as montanhas se formam, há também aquelas que se desfazem para dar lugar a belas pastagens e caminho àqueles que ali trafegam, o orgulho que em muitos inicialmente é a barreira para mutias coisas, com o correr do dia a dia, este vai se desgastando e dando lugar para a humildade e para o amos das pessoas queridas que estão ao seu redor.
Assim como as estações do ano modifam o ambiente terrestre, umas alegres como a primavera e outras tristes como o outono, o estado de espírito das pessoas se modificam diariamente. Quando tristes não passam boas impressão, mas possuem sua necessidade de existir. Quando na alegria, exala as boas vibrações que aqueles ao redo carecem.
Assim como a natureza possui o seu ciclo diário, os seres humanos, espíritos em crescimento também possuem um ciclo de evolução. Um ciclo que deixa o velho homem para trás de modo que o novo surja.
A evolução é constante, mesmo para aquilo que não tenha ação própria.

Mensagem psicografada por Carla Roberta Pereira, em 24/10/2011.