Queridos meus, louvado seja nosso mestre Jesus. Dito isso, entendemos que o mestre ao qual admiramos, tem o poder para dar e retirar, tudo que nos possa nos envolver.
É imperioso na época em que viveis, compreender as transformações que ocorre no imo da alma de cada ser vivente neste globo.
Quando o Mestre nos adverte para ser-mos mansos e pacíficos, não só nos concita a compreender e perdoar constantemente, mas ter paciência mediante as causas e situações que não controlamos, e sim, que façamos ao próximo o que gostaríamos que se nós fosse feito.
Mas, mesmo quando o próximo não tiver condições de retribuir o bem que os envolvemos, o amor que distribuímos e a paz que os rodeamos, que suas pedras lançadas junto a nós, sejam elas entendidas não como fruto da ingratidão, mas de profunda ignorância espiritual.
Sim, o tesouro do coração está onde plantamos nossos olhos, se os olhos são bons, todo o resto o será.
Portanto, plasmar o conhecimento das causas e coisas, como filtro a nossos olhos, é uma consolação que palavra ou ação alguma nós furtará, pois aquele que usa o filtro do amor, não anda em trevas, não vê se não irmãos, uns mais jovens e outros um tanto mais adiantados.
A frase efeito diz que o Pai tem estradas onde no mundo não há caminhos, eis aí uma fonte verdadeira, pois que mérito terieis nas suas obras, se elas visam somente os bons?
Como pedir colaboração ao cirurgião, se o mesmo não aceita sujar as suas mãos com o sangue da renovação?
Todo trabalho demanda suor, todo trabalho moral, demanda ainda mais, vez por outra mesmo as lágrimas, pois estas foram criadas por Deus e tem o poder de expurgar da alma as incompreensões, fazendo brilhar no coração a aceitação de que há um Deus, que vos alimenta com tudo que necessites, para ser luz, para o infinito que te aguarda.
Não temas, tende bom ânimo, Jesus venceu o mundo e tu também o fará.

Fiquem na paz do senhor!

Jesus luz

26/12/20

Imagem by kjpargeter – www.freepik.com